Garagem

Laboratório de desenvolvimento de artefatos

https://www.ranoya.com/Assets/screenshots/DEIE-PB.jpg

Garagem é o laboratório de desenvolvimento de artefatos, ferramentas e soluções. É onde fazemos experimentos, e de onde surgem as idéias criativas e inovadoras para auxiliar na documentação das informações, atividades de ensino, e dar suporte às práticas desenvolvidas no projeto Futuro do Design.

Este projeto teve início em 2015, com a construção de uma ferramenta para catalogar recursos chamada AMS, que se transformou gradativamente em um sistema bem mais complexo, passando a uma ferramenta de reconhecimento de padrões para auxílio em atividades de avaliação, e posteriormente, como DEIE (Documentação do Emaranhado de Informações Educacionais), a um conjunto variado de processos e ferramentas que tentavam transformar diversos registros coletados em documentos úteis e interligados, capazes de contribuir para o que se pratica dentro de uma sala de aula.

materiais

Materiais Instrucionais

Materiais interativos elaborados para disciplinas e cursos oferecidos.

literate

Programação literária

A programação literária (literacy programming) é um paradigma de programação diferente da forma clássica como se escreve código. Com intuito de prover maior literacia da programação mesclando o próprio código computacional com vídeos, referências, explicações textuais, links, exemplos e testes, mantendo todo o código aberto para ser conhecido ou utilizado também por terceiros, trata-se de uma forma inovadora para documentar os programas criados.

bibliotecas

Bibliotecas

As bibliotecas de programação são ferramentas desenvolvidas para dar suporte ao trabalho cotidiano de desenvolvimento de artefatos, e para solução de alguns problemas de programação constantemente enfrentados, de maneira a agilizar/facilitar o trabalho. Estão publicas, pois podem também auxiliar o trabalho de outras pessoas com os mesmos problemas.

|| DataT

Biblioteca de ferramentas desenvolvidas para manipulação de dados em arrays e objetos para produção de visualizações.

|| Markdown

Ferramentas para auxiliar com a transposição de Markdown para HTML.

|| Screen Console

Ferramenta que gera, dentro de um documento HTML, o console do navegador, para que seja possível acompanhar as informações enviadas ou os erros gerados em programação para Web. Criada para facilitar a programação utilizando ambientes de Livecode ou Preview.

|| ScrollyTelling

Biblioteca de ferramentas desenvolvidas para facilitar a construção de documentos (web) com narrativas estruturadas, criadas originalmente para possibilitar a construção narrativa à partir do scroll. Atualmente oferece um conjunto amplo de recursos para a construção narrativa na web, sobretudo direcionados ao problema da construção de aulas e materiais didáticos online.

componentes

Componentes

Os componentes são elementos visuais e interativos, criados para serem uma parte dos artefatos elaborados. Podem ser customizados com dados e parâmetros específicos para que se adequem a cada situação/contexto em que forem inseridos.

|| Slidelines

Componente para construção de slides em forma de timelines.

Slidelines (para referência direta)

Documentação e repositório em desenvolvimento


|| Timeliner

Componente de visualizações de linhas do tempo horiontais.

|| Livecode || multiProcessing || multiP5 || multiWeb

Evolução da ferramenta de Playground, foram criadas para auxiliar na documentação de código (Processing, P5, HTML, CSS e Javascript) em documentos HTML através de livecode. Elas permitem que vários editores e vários códigos sejam executados ou modificados em uma página, em tempo real, criando editores e visualização de seus resultados de forma automática.

Ferramentas

Ferramentas

Ferramentas elaboradas para uso de comunidades ou grupos específicos, ou como infra-estrutura para outros serviços.

|| Visualizações para o dDesign

Sistemas e ferramentas que permitem a visualização interativa das grades de aula do Curso de Design da Universidade Federal de Pernambuco e o acesso às ementas das disciplinas, para orientar estudantes no processo de matrícula, inteiramente dependente do cruzamento entre as diversas particularidades dos componentes curriculares (eixto, área, nível e assunto). As visualizações de análise permitem entender e planejar a composição destas grades.

|| Playground

Ambiente de livecode online para as linguagem de programação Processing, P5, HTML, CSS, Javascript e Markdown, criado para facilitar aulas de programação das disciplinas de programação oferecidas na graduação em design da Universidade Federal de Pernambuco.

|| Pinboard

Sistema para construção de painéis e boards de imagens e vídeos. Originalmente, o Pinboard utilizava o sistema AMS como alimentação de dados para os painéis; atualmente, a nova versão se apoia na biblioteca DataT.

|| Bookmarker

Sistema criado para compilar listas de referência organizadas sobre um tema específico. Originalmente, o Bookmarker utilizava o sistema AMS como alimentação de dados para os painéis; atualmente, a nova versão se apoia na biblioteca DataT.

plataformas

Plataformas

Desuso

Soluções em desuso

Conjunto de ferramentas que foram importantes no passado para o suporte das demais soluções, mas acabaram sendo substituídas por mecanismos mais modernos e atuais. Seu registro é mantido aqui por uma questão de memória da produção.

|| ReferenceDocs

Sistema (obsoleto, atualmente substituído pelo projeto Sumarion) para documentação de instruções e construção de manuais de programação.

|| AMS (Assets management system)

Desde que os primeiros passos no mapeamento dos artefatos digitais começou a ser realizado durante a pesquisa realizada no Laboratório de Pesquisa em Ambientes Interativos (LPAI/SENAC-SP), identificou-se a necessidade de um sistema em que fosse possível catalogar, organizar e cruzar referências sendo mapeadas. Uniu-se a esta demanda a necessidade de organização de referências bibliográficas, projetos e outros recursos utilizados na apresentação dos resultados do trabalho em desenvovlimento.

O AMS foi criado para auxiliar nestas tarefas, de forma que pudesse se adaptar facilmente para diferentes demandas, e que pudesse ser manipulado de maneira simples sem a necessidade de treinamento. A estratégia adotada foi a utilização de planilhas on-line como interface para a manipulação de dados, e a transferência sistemática destes dados para um sistema centralizado que pudesse distribuir a informação para diversas aplicações diferentes.

Enquanto permaneceu sendo utilizado como uma infra-estrutura / middleware para o gerenciamento das atividades, o AMS possuia a seguinte quantidade de registros:

Artefatos de design mapeados na ferramenta: 1771.

Referências na web mapeadas na ferramenta: 1168.

Referências bibliográficas mapeadas na ferramenta: 635.

Artefatos de Point & Click Adventures mapeados na ferramenta: 130.

Ativiades de alunos mapeadas na ferramenta: 289.

Obras no portfolio mapeadas na ferramenta: 559.

Guilherme Ranoya
© 2014 Mastodon